“MULTIPic” está disponível até domingo no Museu Municipal. A partir de junho poderá ser visitada na Sede do Trevim

A galeria de exposições temporárias do Museu Municipal Prof. Álvaro Viana de Lemos recebeu mais de meia centena de visitantes na abertura da “MULTIPic”, uma mostra de fotografia assinada por quatro alunos da Escola Profissional da Lousã (EPL).

Bruno Alexandre, Diogo Brioso, Luís Duarte e Francisco Ferreira são os responsáveis por cerca de 20 trabalhos exploratórios que abraçam inspirações tão diversas como a paisagem natural da Serra da Lousã e a representação planetária, conseguida através de técnicas de manipulação digital.

Além da sala de aula, os fotógrafos partilham o fascínio pela 8.ª arte, professando de forma unânime uma paixão que, inclusivamente, norteou a escolha do curso Técnico de Multimédia, onde esperam desenvolver as competências necessárias à construção de uma carreira profissional nesta área.

A abertura oficial decorreu no passado dia 14, na presença de cerca de trinta alunos do Instituto Superior de Ciências Educativas do Douro (ISCE Douro) – presentes na Lousã para um retiro artístico desenvolvido em parceria com a EPL, acompanhados pelos docentes Manuela Lopes, Paulo Bernardino Bastos, Gilberto Reis e Sérgio Eliseu. Em representação da Câmara Municipal da Lousã, marcaram presença Henriqueta Oliveira – vereadora detentora do pelouro cultural – e Vítor Maia Costa.

Segundo revela a organização, esta apresentação surge como resultado da implementação de um modelo educativo alicerçado numa lógica multidisciplinar que, além de visar a aplicação prática de conhecimentos adquiridos em contexto de aula, objetiva o alargamento do espetro de competências dos seus alunos, levando-os a ultrapassar os limites tradicionais do ensino técnico. Entre estas práticas, insere-se a sensibilização dos alunos da Escola Profissional da Lousã para a arte e produção artística.

Jornal Trevim associa-se à iniciativa

Disponível até ao final desta semana no Museu Municipal, a mostra “MULTIPic” muda-se em junho para a sala de exposições do Trevim, na Lousã. Uma segunda apresentação que contará com algumas surpresas, entre as quais destacamos a apresentação de trabalhos inéditos dos quatro jovens criadores.