História

Fundada em 1991 por um grupo de lousanenses apostados no futuro do concelho e da região. Hoje, como nessa altura, a Escola Profissional da Lousã dedica-se de uma forma continuadamente renovada, a proporcionar à população em idade escolar um tipo de ensino eminentemente prático, quer em termos de sala de aula, mas sobretudo nas ocasiões de Formação em Contexto de Trabalho (Estágios), de dupla certificação: paralelamente ao Diploma de conclusão da Escolaridade Obrigatória (9º ano), do Ensino Secundário (12º ano) ou de Profissional Certificado, os alunos/formandos recebem igualmente, ao concluir o seu curso/etapa de formação, um Certificado de Aptidão Profissional, reconhecendo-lhes a categoria profissional de técnico de Grau II, III ou IV UE.
Sendo uma escola já com uma história a ter em conta, não caiu na tentação de ficar presa ao passado, mas antes faz o esforço permanente de actualização, quer de conteúdos, quer de práticas pedagógicas, que lhe permite proporcionar aos que a escolhem, uma formação transversal, acurada e actual.

 

Alguns factos sobre a Escola

Contando já com 20 anos de história, a taxa de empregabilidade dos formandos é de 79% (até dezembro 2011), e 14% prosseguem os estudos (até dezembro 2011). Na sequência desta informação era interessante colocar a informação da importância da PAP na autonomização, responsabilidade e maturidade desenvolvida pelos formandos num processo sempre acompanhado pelos docentes e direção da escola e que produzem sempre efeitos na comunidade, uma vez que são projetos desenvolvidos pelos alunos nas comunidades. É um momento que em muito contribui para desenvolver competências de enorme pertinência para a integração no mercado de trabalho, como demonstra a taxa de empregabilidade.

De referir, também, a existência de mais de uma centena de protocolos com instituições diversas que contribuem para o reforço das aprendizagens dos formandos, mais em concreto através do suporte prestado no desenvolvimento da Formação em Contexto de Trabalho. Também poderá ser interessante referir que a oferta formativa da escola já apresentou 12 cursos diferentes (Tec. Construção civil, Tec. De Comunicação/Comunicação social, Artes gráficas, Tec. Turismo, Tec. Turismo Ambiental e Rural, Tec. Informática de gestão, Tec. Gestão e programação de sistemas informáticos, Tec. Gestão de sistemas informáticos, Tec. Design, Animador sociocultural/desporto, Animador sociocultural e Tec. Apoio à infância), sendo prática da escola adequar a sua oferta formativa às necessidades e exigências do mercado de trabalho, não descurando os interesses e expetativas dos jovens.

Talvez reforçando as alterações estruturais que anualmente se vêm fazendo no sentido de proporcionar as melhores condições de aprendizagem, como por exemplo 2 laboratórios de informática, salas equipadas com quadros interativos e/ou projetores multimédia, acesso wireless para alunos, todas as salas com Luz natural, melhorias no isolamento térmico, etc. Pode-se, eventualmente referir os contributos que a escola presta ao município (atividades presentes em todos os momentos de relevância promovidos pela câmara).